Nascia o tenor Plácido Domingo

21 Janeiro 1941

José Plácido Domingo Embil, nasceu em Madrid, a 21 de janeiro de 1941. É um tenor e maestro espanhol. Bastante famoso por ter integrado juntamente com Luciano Pavarotti e José Carreras o grupo dos Três Tenores, já actuou também como director geral da Ópera Nacional de Washington e na Ópera de Los Angeles. Filho dos cantores de zarzuelas Plácido Domingo e Pepita Embil.

Conhecido em família como “El Granado”, por cantar desde muito pequeno a canção Granada, de Agustín Lara. Em 1949, a sua família mudou se para a Cidade do México a fim de trabalhar em ópera e logo iniciou os seus estudos de piano. Tempos depois, foi admitido na Escola Nacional de Artes e no Conservatório Nacional de Música da capital mexicana, estudando piano e regência. Além de cantar música lírica, fez também os coros de cantores de rock como Enrique Guzmán e César Costa, na banda Los Black Jeans, em 1958. Casou-se em 1962 com a soprano Marta Ornelas, que conheceu durante os estudos no conservatório.

A sua estreia como cantor deu se como barítono. Apareceu em cena pela primeira vez no teatro Degollado de Guadalajara, interpretando o papel de Pascual, na ópera Marina. Interpretou também como barítono papéis nas óperas Rigoletto e Diálogo das Carmelitas, entre outros. A sua estreia como tenor aconteceu ao interpretar o Alfredo de La Traviata, em 1959 em Monterrey. Posteriormente, seguiu interpretando zarzuelas com seus pais. Em 1962, uniu-se à Ópera de Tel Aviv, onde nasceria a sua fama. Passou ali dois anos e meio, cantando em 280 ocasiões. Posteriormente, em 1966, estreou na Ópera de Nova York a ópera Don Rodrigo, de Alberto Ginastera.

A partir de 1968, quando se apresentou no Metropolitan de Nova York pela primeira vez a ópera Adriana Lecouvreur, de Francesco Cilea, fazendo par com Renata Tebaldi, passou a sempre abrir a temporada em vinte e uma ocasiões, superando o recorde de Enrico Caruso. Durante a sua carreira, cantou na maioria das maiores casas de ópera do mundo, e nos principais festivais. Plácido Domingo também trabalhou como maestro, juntamente com Herbert von Karajan, Zubin Mehta e James Levine. A 19 de Setembro de 1985, o maior terremoto na história do México devastou toda a capital do país. Morreram a sua tia, seu tio, um sobrinho e o filho do seu sobrinho. O próprio Plácido Domingo interveio nos trabalhos de resgate, e no ano seguinte deu concertos beneficentes para as vítimas.

Em cena, interpretou mais de noventa personagens distintas. O seu principal repertório inclui principalmente óperas italianas e francesas, e também óperas de Richard Wagner no festival de Bayreuth.