Eram criados os“Flintstones “

20 Janeiro 1960

A série Os Flintstones foi o primeiro desenho animado de William Hanna e Joseph Barbera e é também uma das mais rentáveis criações da dupla para a TV até hoje. O desenho que originalmente se chamaria “Os Gladstones”, foi lançado em 1960 e a princípio teve 166 episódios de meia hora.

O sucesso de Fred Flintstone e companhia foi tanto, que a série foi o primeiro desenho animado a entrar no ar em horário nobre. A Hanna-Barbera chegou a licenciar cerca de 3.000 produtos com a marca Flintstones, apenas nos Estados Unidos. Em 1963, uma boneca da Pedrita conseguiu um total de vendas de aproximadamente 20 milhões de dólares!

O programa mostra o cotidiano da família Flintstone, onde o patriarca Frederick Flintstone é um sujeito preguiçoso, embora trabalhe na Pedreira do rabugento Sr. Pedregulho operando um Dino-guindaste, para ganhar suas míseras “lascas” (moeda local). Fred, como é conhecido, mesmo sendo casado, tenta sempre dar uma escapadinha, com o seu vizinho Barney para o boliche ou para o Clube dos “Búfalos d’Água” do qual fazem parte só os homens de Bedrock. Machista de mão cheia, Fred jamais pensou em ajudar a esposa em casa e quer tudo prontinho pra ele, como o seu filé de Brontossauro postado ao lado da sua Cactus Cola.

Sua esposa Vilma, é uma excelente dona de casa, adora preparar tudo para família, mas também não dispensa uma fofoca com a vizinha Betty. Alegre e divertida, Vilma exerce influência sobre o espírito exuberante de Fred e está sempre atenta para livrá-lo das confusões em que frequentemente se envolve.

Ao lado dos Flintstones, mora a família Rubble, os maiores amigos dos Flintstones. Barney é um sujeito de bem com a vida, baixinho (por isso chamado de Nanico por Fred, às vezes), extrovertido e excessivamente inocente, dificilmente consegue ver maldade em alguém. Não é o sujeito mais brilhante do mundo, e invariavelmente é envolvido pelas tramoias de Fred, é nesse momento que ele tenta aconselhar o amigo usando sua frase de efeito: “hei Fred!”. Sua esposa Betty Rubble, é a melhor amiga de Vilma, e assim como a colega é uma excelente dona de casa, mas também uma grande feminista.