Lee Harvey Oswald é assassinado

24 Novembro 1963

Diante de câmaras de TV, jornalistas, policias e outros curiosos, Jack Ruby entrou no subsolo da sede da polícia em Dallas e, com um tiro de revolver .38, matou Lee Harvey Oswald, o suposto assassino do presidente John F. Kennedy.

O assassinato aconteceu às 12h20min de um dia como hoje, no ano de 1963, apenas dois dias após a morte de Kennedy, morto a tiros enquanto fazia um desfile de carro aberto nas ruas de Dallas. Oswald estava a ser  transferido para uma prisão de segurança máxima quando foi alvejado por Ruby.

Jack Ruby, que era dono de uma boate de Dallas e possuía pequenas conexões com o crime organizado, disse que agiu por sentir raiva do assassino de JFK. Apesar de alguns terem considerado o seu acto heróico, ele foi julgado e condenado à morte. Três anos, depois, contudo, a decisão foi revertida, pois o seu julgamento foi considerado injusto. Contudo, em Janeiro de 1967, enquanto aguardava um novo julgamento, Ruby morreu de cancro de pulmão num hospital de Dallas. Apesar de o relatório oficial da Comissão Warren, de 1964, ter concluído que tanto Oswald quando Ruby não faziam parte de qualquer conspiração para matar o presidente e que agiram por motivos pessoais, esta versão é amplamente contestada. Outras teorias indicam que a morte de Oswald seria, na verdade, uma farsa.