1º voo do avião Mig 29

6 Outubro 1977

O MiG-29 realizou  o seu primeiro voo a 6 Outubro de 1977. O objectivo principal deste avião é a conquista da superioridade aérea local num sector relativamente pequeno da linha de frente. O MiG-29 actua em estreita conexão com o solo, protegendo a infantaria e os veículos blindados da aviação, cobrindo as instalações de retaguarda e neutralizando o reconhecimento aéreo inimigo.

Para o avião poder descolar inclusive de uma pista muito “suja” sem que nenhum objecto caia na entrada do ar, o MiG-29 está equipado com “brânquias” do lado esquerdo e direito da célula.

Esta não é a única solução técnica particular do MiG-29, ou Fulcurum de acordo com a classificação da OTAN.  Especialmente para este avião foi elaborado um míssil guiado ar-ar, o R-73, adoptado em 1983. Esta munição ultra manobrável em versões modernizadas continua a ser usada pela Força Aeroespacial da Rússia e em vários outros países. Baseia-se no princípio de “dispara e esquece”: o caça não precisa de “iluminar” o alvo para lançar mísseis, já que estes o encontram sozinhos. É muito importante em combate aéreo próximo, pois o piloto tem mais tempo para realizar manobras.