É criado o observatório de Greenwich

4 Maio 1675

Meridiano de Greenwich – também chamado de Meridiano Principal – é uma linha imaginária que, por convenção, demarca a divisão das longitudes do globo terrestre, tendo ele o valor de 0º de longitude e, tecnicamente, não posicionado nem a leste nem a oeste. Esse meridiano é, portanto, o marco divisor entre os hemisférios Ocidental e Oriental.

b6167faf1ea645f796a8cf2aab35b884

O nome do Meridiano Principal deve-se à existência do Observatório Real de Greenwich, localizado na cidade de Londres, Inglaterra, e sobre o qual essa linha longitudinal atravessa. Esse observatório foi fundado em 1675 e, desde então, passou a ser considerado uma referência internacional para as observações astronómicas.

Conforme já ressaltado, a definição do Meridiano de Greenwich enquanto marco zero das longitudes terrestres é apenas uma convenção, ao contrário da Linha do Equador, que é o ponto inicial de medida das latitudes por se encontrar a uma mesma distância dos dois pólos do nosso planeta. Antes do estabelecimento oficial dessa demarcação, vários outros meridianos ou linhas de longitude eram utilizados pelos navegadores e também pelos países como marco zero oficial, o que trazia vários problemas relativos a uma falta de padronização.

meridiano-greenwich

Em 1884, para resolver essa celeuma, foi debatido em um dos pontos da Convenção de Washington, nos Estados Unidos, o estabelecimento do marco oficial da Terra. Como o Meridiano de Greenwich era o mais popular e mais comummente empregado como referência em cartas náuticas e demarcação de horários oficiais, ele foi então eleito o meridiano principal por meio de votação. Vale ressaltar que França (que preferia utilizar o Meridiano de Paris) e o Brasil abstiveram-se dos votos.