Assinado o Tratado de Utreque

11 Abril 1713

Tratado de Utrecht define uma série de acordos diplomáticos assinados na cidade de Utrecht, na Holanda, e que puseram fim à Guerra da Sucessão da Espanha. Na mesma cesta de acertos diplomáticos foram assinados os tratados de Rastatt, Barden e Amberes.

O primeiro Tratado de Utrecht foi assinado em 11 de Abril de 1713 entre a França de Luís XIV e Portugal de Dom João V, tendo estabelecido os limites entre o Brasil e a Guiana Francesa.

Tratado-de-Utrecht-o-que-foi-consequências

Por meio desse acordo foi definida a posse sobre o Amapá, na região do Oiapoque. O segundo Tratado de Utrecht foi assinado em 6 de Fevereiro de 1715, desta vez entre Portugal e Espanha, e restabeleceu a posse da Colónia de Sacramento a Portugal.

Ambos os tratados puseram fim à Guerra da Sucessão Espanhola, que durou de 1702 a 1714 e foi deflagrada por conta da morte do rei Carlos II de Espanha, que faleceu de maneira prematura e não deixou herdeiros.

O monarca era casado com a francesa Maria Luísa d’Orleães. A nacionalidade da rainha impôs a disputa, que também envolveu Portugal, Grã-Bretanha, República Holandesa, Prússia e Casa de Varsóvia – a chamada Grande Aliança que apoiou a França.

174-abcdef-brasil-colonial-xvi-xix-expanso-territorial-e-tratados-limitrofes-36-638

O trono espanhol era uma aspiração de Filipe de Anjou, que era neto de Luís XIV, mas também estava nos desejos de Carlos, da Casa da Áustria.

A polarização da disputa contra a França, tendo do outro lado a Áustria, fez com que a Grande Aliança perdesse força.

Isso ocorreu porque Carlos foi eleito imperador do Sacro Império Romano-Germânico e recebeu o nome de Carlos VI da Germânia.