Ataque terrorista á embaixada de Israel em Buenos Aires

17 Março 1992

O ataque terrorista contra a embaixada de Israel em Buenos Aires ocorreu a 17 de Março de 1992, às 14:45 (hora local), quando uma van Ford F-100 conduzida por um suicida carregado de explosivos chocou contra a frente do edifício, localizado na esquina da Arroyo e Suipacha, causando a destruição da embaixada, e danos a uma igreja católica e a uma escola num prédio próximo.

211095

No ataque terrorista, 22 pessoas foram mortas, entre israelitas e argentinos, e outras 242 ficaram feridas.

O padre Juan Carlos Brumana foi uma das pessoas mortas no atentado suicida. Ele morreu na Igreja Católica Mater Admirabilis, que fica em frente à embaixada. Entre os mortos, havia duas mulheres israelitas que eram esposas do cônsul e primeiro secretário da embaixada.

17mar17