Inauguração do Teatro Villaret, em Lisboa

10 Janeiro 1965

Teatro Villaret é uma sala teatral de Lisboa, localizada na Avenida Fontes Pereira de Melo. Fundado em 1965 por Raul Solnado que o baptizou como homenagem ao actor João Villaret. Em 1965 é criada a Companhia Portuguesa de Comediantes, reunindo um grupo de actores de onde constavam nomes como Eunice Munoz ou José de Castro.

teatro villaret.7_thumb[1]

A inauguração em 1965 foi com a adaptação do polémico “Inspector Geral”, de Gogol. Tratava-se de um musical, daí ter passado a chamar-se “Impostor Geral”.

Em 1969 foi estúdio de televisão para o célebre programa da RTP –Zip-Zip, com Fialho Gouveia, Carlos Cruz e Raúl Solnado.

Na década de 1970, Artur Ramos ocupou o espaço e depois passou para as mãos do empresário Vasco Morgado.

teatro-villaret-10-01-1965_thumb

Durante vários anos permaneceu como uma sala de espectáculos concorrida de Lisboa onde se apresentaram com regularidade as encenações de António Feio e as produções da UAU (durante 8 anos). O grupo Xutos & Pontapés grava um disco nesta sala.

Em 2008 reabre, gerida pelo Teatro Nacional Dona Maria II, com a peça “A Gorda – Fat Pig”, do dramaturgo norte-americano Neil LaBute, com uma homenagem ao actor Raul Solnado, seu fundador. A sala passa de 440 para 384 lugares devido a razões de segurança.

lxi-1343-02