Terramoto de Izmit na Turquia morrem mais de 17.000 pessoas

17 Agosto 1999

Sabe-se apenas que são mais de 17.000. A Turquia ficou de luto devido a um dos mais devastadores terramotos deste século. Izmit e Istambul foram sacudidas por um abalo de magnitude 6,8 na escala de Richter – segundo os sismólogos do país – e que demorou 45 segundos.

unnamed

O epicentro do sinistro, que durou 45 segundos e atingiu 6,8 na escala de Richter, segundo sismólogos turcos, localizou-se próximo da cidade de Izmit, a 150 quilómetros de Istambul, provocando uma destruição quase total. Estima-se que mais de cem mil pessoas estejam desalojadas e que sejam necessários, para já, muitos e muitos milhões de dólares.

A certeza é que estamos perante um terramoto que é um dos 15 mais violentos ocorridos neste século, não tanto pela intensidade, mas sobretudo devido à duração. Em Izmit, cidade industrial nas margens do mar de Mármara, quase não ficou de pé nenhuma das casas de construção pobre ali existentes. O mesmo cenário repete-se um pouco pelas quatro províncias afectadas: Bolu, Bursa, Eskisehir e Zonguldak.

unnamed (1)

As dimensões da tragédia assumem maiores proporções por o abalo se ter feito sentir pelas 3h locais da madrugada, quando a maioria da população se encontrava em casa. Ontem à tarde, à medida que se iam removendo os escombros, surgiam cadáveres e também elevado número de feridos, quase todos em estado considerado muito grave.

Se Izmit e muitos outros povoados nas imediações ficaram praticamente reduzidos a destroços, Istambul, cidade com dez milhões de habitantes – a mais populosa do país – e localizada apenas a 150 quilómetros, também não foi poupada.

Izmit_eart6