Independência das Ilhas Salomão

7 Julho 1978

As Ilhas Salomão – país que se tornou independente do Reino Unido em 1978 – constituem um vasto arquipélago, de mais de 920 ilhas, das quais cerca de 350 habitadas, estendendo-se desde a Papua Nova Guiné (para Sul) e Vanuatu até às Ilhas Fiji, ao longo do Nordeste da Melanésia e da Grande Barreira de Coral Australiana.

Trata-se de uma dupla cadeia de ilhas, a par de centenas de atóis, localizadas cerca de 1900 km a Norte da Austrália. As ilhas principais são as de Guadalcanal, Choiseul, Santa Isabel, Malatia, Makira e New Geórgia.

1200px-Flag_of_the_Solomon_Islands.svg

A capital, Honiara, na ilha de Guadalcanal, foi palco de grandes batalhas durante a II Guerra Mundial, em Novembro de 1942, com os aliados a repelir o avanço japonês no Pacífico Sul.

Munda e Gizo são destinos privilegiados de mergulho. Não obstante as limitadas infra-estruturas, os “aventureiros” poderão ser recompensados com alguns dos mais espectaculares panoramas do Pacífico Sul – com um relevo acidentado e coberto de densas florestas pluviais – e uma tradicional cultura tribal.

Aerial-1-2

A área total do país ascende a cerca de 28 450 km2 (segunda maior nação insular do Pacífico Sul, depois da Papua Nova Guiné – com mais de 5 000 km de costa), com uma população de 480 000 habitantes.

A língua oficial é o inglês. Integrante da Commonwealth, tem como soberano a Rainha Isabel II de Inglaterra. O seu fuso horário é o de TMG + 11 horas.

Existem voos bi-semanais a partir da Austrália, Ilhas Fiji, Papua Nova Guiné e Vanuatu.

Solomon_Islands_CIA_map