Nascia o pintor Nicolas Poussin

15 Junho 1594

Nicolas Poussin (1594-1665) foi um pintor francês, considerado um dos principais representantes do classicismo na pintura francesa.

Nicolas Poussin (1594-1665) nasceu em Les Andelys, Normandia, França, no dia 15 de Junho de 1594. Iniciou seus estudos em latim e letras, mas logo mostrou sua inclinação pelo desenho. Em 1611 estudou pintura com o pintor Quentin Varim. Em 1612 foi para Paris, onde estudou anatomia, perspectiva e arquitectura e trabalhou com os mestres Georges Callemand e Ferdinand Elle.

The_dance_to_the_music_of_time_c._1640

Em 1622, executou a pintura da capela

de Notre Dame e recebeu a encomenda de uma série de desenhos para o poeta italiano Geambattista Mariano. Incentivado a visitar a Itália, chegou à Roma em 1624. Nessa época aperfeiçoou sua técnica de anatomia e de perspectiva, sob a protecção do cardeal Barberini.

Nicolas-Poussin-The-Poet_s-Inspiration

Seus primeiros trabalhos receberam influência da beleza sensual da pintura veneziana, mas em 1930, deram lugar à clareza formal, ao rigor intelectual e enfatizou formas claramente delineadas e modeladas. Também pintou temas bíblicos, além de temas ligados à história clássica e à mitológica. A obra “A Adoração dos Magos” (1633) serve como manifesto de sua conversão artística. Nessa época foi eleito membro da Guilda de São Lucas, uma evidência de sua crescente reputação.

Nicolas-Poussin-Lamentation-over-the-Body-of-Christ

Em 1639, Poussin foi convidado para trabalhar com o rei Luís XIII, em Paris, chegado a capital francesa em Dezembro de 1640. Durante 18 meses, nomeado Primeiro Pintor do Rei, foi o responsável pela decoração das residências reais, projectos para o Louvre, pinturas de retábulos para o rei e membros da corte e ilustrações de livros. Grande parte desses trabalhos foi executa por uma equipe de assistentes, o que desagradou o artista. Em 1642 voltou para Roma.

Nicolas_Poussin_autorretrato

Entre os anos de 1644 e 1648, Nicolas Poussin dedicou-se a um dos mais importantes conjuntos de sua pintura “Sete Sacramentos”, onde procurou recriar a arquitetura, o mobiliário e os trajes da época. Nos últimos anos dessa década Poussin criou as obras que se constituíram o ponto mais alto de sua carreira, entre elas, “Eliezer e Rebeca”, “A Sagrada Família na Escadaria” e “O Julgamento de Salomão”.

Em 1648, Nicolas Poussin se dedicou a uma série de pinturas de paisagens, adoptando os mesmos ideais, de lucidez quase matemática e de ordem, ajudando a fixar as bases para a pintura de paisagens dos dois séculos seguintes. Poussin produziu pinturas de história mais dramática, algumas inspiradas na obra de Rafael. A partir de 1657 voltou a representar paisagens, é dessa época a obra “As Quatro Estações” (1660-1664).

ASSUNCAO_DA_VIRGEM_1632

Entre outras obras de Nicolas Poussin destacam-se: “O Rapto das Sabinas” (1638), “Os Pastores da Arcádia”, “Inspiração do Poeta”, “Paisagens com Serpentes” e “Funerais do Fócio”.

Nicolas Paussin faleceu em Roma, Itália, no dia 19 de Novembro de 1665.