Navio Lusitânia afundado pelos Alemães

7  Maio 1915

Na tarde do dia 7 de maio de 1915, o gigantesco transatlântico britânico Lusitânia foi a pique após ser torpedeado por um sorrateiro submarino alemão, quando se aproximava da costa sul da Irlanda.

O navio, que havia partido dos Estados Unidos, encontrava-se repleto de homens, mulheres e crianças e o seu afundamento provocou comoção internacional, intensos protestos e fortes críticas ao governo alemão, pois cerca de mil e duzentas vidas foram terrivelmente ceifadas em apenas dezoito minutos.

lusitania-13

No ano de 1915, o mundo encontrava se no inicio da 1ª Guerra Mundial (14-18) e os impérios britânico e alemão, entre tantos outros, procuravam desesperadamente modos de encerrar a guerra vitoriosamente.

Os alemães não possuíam uma marinha de guerra à altura da britânica, mas eram mestres nas profundezas dos mares com os seus temidos “lobos solitários” (submarinos) e acreditavam que, se cortassem o valioso fornecimento de recursos dos britânicos, conseguiriam pôr em xeque a sua permanência no conflito — de facto, tal política, apesar de ter falhado, pôs por muitas vezes o governo britânico em alerta, pois os seus níveis de suprimentos estiveram em níveis extremamente baixos.

lusitania-naufragio-arquivo-federal-alemao-dvm-10-bild-23-61-17

Posteriormente, a política alemã da guerra submarina  causou imensos estragos às frotas comprometidas ou não com o conflito global, trazendo, inclusive, os Estados Unidos da América à guerra em meados no ano de 1917.