É composto o Hino nacional francês, “ A Marselhesa “

25 Abril 1792

Mais do que uma música de provocação e resistência, capaz de dar esperança a qualquer um que a escute e a interprete, La Marseillaise (A Marselhesa em português), é o hino nacional de França. Algumas canções identificam imediatamente o momento histórico que a produziram, desta forma é impossível dissociar A Marselhesa, da Revolução Francesa, revolução esta iniciada em 14 de Julho de 1789 com a tomada ou queda da Bastilha (antiga fortificação medieval utilizada como prisão politica), que não derrubou só o rei, mas todo um sistema político, económico e social conhecido como Antigo Regime. Desta revolução resulta o início da Idade Contemporânea e da configuração de uma nova sociedade.

30-julho-la_marseillaise

Este hino foi composto em 1792, ano de intensas agitações, pelo oficial do exército francês e músico autodidacta Claude Joseph Rouget de Lisle (1760 – 1836), da divisão de Estrasburgo, como sendo uma canção revolucionária. O tema foi feito a pedido do maire (presidente da edilidade) de Estrasburgo, o barão Philippe-Frédéric de Dietrich (1748 – 1793), em 25 de Abril de 1792, dias depois da declaração de guerra ao imperador da Áustria, quando este estava prestes a invadir a França, ameaçando reprimir a Revolução Francesa e restaurar a monarquia levando ao poder o rei Luís XVI. A canção deveria ser um estímulo para encorajar os soldados no combate de fronteira, na região do rio Reno.

Consta que o seu autor Rouget de Lisle, a terá composto nos seus aposentos em pouco tempo sob efeito de embriaguez, provavelmente inspirado na melodia de alguma canção popular daquela época. Há quem afirme que provavelmente o seu autor se possa ter inspirado de algum modo, no primeiro andamento do Concerto n.º 25, em C major (K. 503) de Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791), datado de 1786, para realizar esta melodia, porque, na verdade, existem algumas ressonâncias. A canção apresentada foi aperfeiçoada e editada pelo compositor Gosece e pela esposa do barão Dietrich, tendo sido tocada quatro dias depois diante de oito batalhões da Guarda Nacional. O sucesso foi imediato. O título deste tema era originalmente Canto de Guerra para o Exército do Reno, tendo adquirido grande popularidade durante a Revolução Francesa, especialmente entre as unidades do exército de Marselha, ficando por isso conhecida como A Marselhesa.

maxresdefault