Carol Morris é eleita Miss Universo

15 Abril 1956

Miss Universo 1956 foi a quinta edição do concurso Miss Universo, realizada em 1956 no Long Beach Municipal Auditorium, em Long Beach, Califórnia, nos Estados Unidos. Candidatas de 30 países e territórios competiram pelo título. No final do evento, a Miss Universo 1955, Hillevi Rombin, da Suécia, coroou a norte americana Carol Morris como sua sucessora.

a-americana-carol-morris-venceu-o-miss-universo-1956-realizado-na-california-nos-eua-1355867509005_956x500

Quando todas as participantes chegaram a Long Beach, a imprensa começou a chamar o concurso de uma batalha de beleza entre a Europa e a América Latina. A Miss Alemanha, Marina Orshel, loira e com 100 cm de busto, foi a mais fotografada de todo o concurso, e por isso mesmo, eleita Miss Fotogenia.

carol-morris-cruzeiro4agosto1956

Como tradição nesta época, a Miss EUA teve a sua final realizada um dia antes e a Miss Iowa, Carol Morris, foi eleita, passando a fazer parte do concurso internacional no dia seguinte, representando o seu país. Morris era considerada “A Garota do Sonho Americano”, e a sua eleição como Miss EUA foi muito comemorada por fãs e jornalistas, com o público votando e lhe dando, além disso, o prémio especial de “Most Popular Girl’ (A Garota Popular).

B9318009102Z.1_20150709185550_000_G6TBA4S0Q.1-0

Nadadora, estudante e filha de um ministro baptista, Morris foi eleita entre quatro misses européias, Alemanha, Suécia, Inglaterra e Itália, completando o Top 5. O resultado levou a um grande protesto das representantes dos países latinos, algumas delas consideradas favoritas, que acusaram o concurso de ser manipulado e ameaçaram um boicote para os anos seguintes, alegando que tinham sido discriminadas. O facto e as teorias da conspiração surgidas, passaram semanas nas manchetes da imprensa americana. A batalha anunciada entre Europa-América Latina acabou sendo uma batalha de perdedoras, com a eleição de uma miss dos EUA, a segunda na até então curta história do Miss Universo.

carol-morris