“ A Montanha Mágica “ – Livro de Thomas Mann

24 de Setembro 1924

A Montanha Mágica será, porventura, o livro mais conhecido de Thomas Mann e terá sido fundamental para a atribuição do Prémio Nobel em 1929. A história é a do jovem Hans Castorp que, no início do livro, se desloca a um sanatório de tratamento de doenças pulmonares, nos Alpes suíços, para visitar o primo que se encontrava a recuperar de uma tuberculose. Esta visita tinha a duração inicial programada de três semanas, mas a sua saúde frágil obriga-o a prolongar a estadia que se estende de semanas a meses e de meses a anos.

53

Ao longo do tempo que Hans Castorp passa no sanatório, muitas são as pessoas que se cruzam no seu caminho, sendo aquele local um reflexo, em pequena escala, da população europeia na época em que a história se situa – a década que antecedeu a Primeira Guerra Mundial. A resistência em relação à montanha e às pessoas que habitam o sanatório que Hans demonstra inicialmente começa, aos poucos, a desvanecer-se, quando ele percebe que a natureza contemplativa e refletiva da sua estadia se compadece, por inteiro, com a sua recém descoberta forma de encarar o mundo e a vida.

thomas-mann