Proclamada a Republica do Bangladesh

24 de Abril 1971

Desde que foi criado, em 1947 – no mesmo processo que libertou a Índia do domínio britânico , o Paquistão nunca teve unidade, cortado ao meio pelo gigantesco vizinho. As duas metades eram habitadas por diferentes etnias, que falavam línguas distintas e tinham como único ponto de contacto o islamismo. Os conflitos chegaram ao auge em 1971, levando o Paquistão Oriental a se proclamar Estado independente com o nome de República Popular de Bengala – ou Bangladesh.

la-repC3BAblica-popular-de-bangladesh-mapa-38619248

Seis vezes maior e bem mais rico, o Paquistão Ocidental era sede de todo o poder político e empresarial da República, enquanto o Oriental sofria com pobreza, desastres naturais e poucos investimentos. Foi nesse contexto que o xeque Mujibur Rahman levou a Liga Auami, partido oposicionista, a vencer as primeiras eleições gerais convocadas no país, em 1970.

Mas o ditador do Paquistão, Agha Muhammad Yahya Khan, não permitiu que a Assembleia se instalasse e que Mujibur se tornasse primeiro-ministro. Em vez disso, prendeu o líder e mandou as tropas reprimirem a revolta que explodiu. Cerca de dois milhões de bengalis foram massacrados, outros dez milhões se refugiaram na Índia. A 24 de abril de 1971, o substituto de Mujibur na Liga Auami, Zia-ur Rahman, exilado em Calcutá, proclamou a independência da região e o nascimento de Bangladesh, com capital em Dacca.

BANGLADESH-DHAKA-TOURISM FAIR

Yahya aumentou, mas, ao bombardear bases indianas, levou o vizinho a apoiar abertamente os rebeldes. Mais tarde  a Índia reconheceu oficialmente a existência de uma nação bengali. Quinze dias depois, com a rendição incondicional das tropas de Yahya Khan, Mujibur Rahman saiu da prisão e assumiu o governo da República Popular de Bangladesh. No entanto, o Paquistão só viria a reconhecer o novo país em 1974.

Rangamati

Bandeiras dos Paises