Em 1931 nascia o Jornalista Henrique Mendes

2 de Janeiro 1931

Henrique Mendes nasceu na Ajuda, em Lisboa, a 2 de Janeiro de 1931.
Em jovem, era um rapaz algo introvertido e acanhado, pelo que era capaz de ocupar o seu tempo sozinho. Aos 16 anos sofre o primeiro desgosto da sua vida. A maior perda. A morte do seu pai que o marcou para sempre.

06-henrique-mendesg

Quando completou o 6º ano de escolaridade abandonou os estudos. Foi trabalhar como escriturário para a Caixa de Previdência. Nesta altura da sua vida, já ouvia muita rádio. Foi ao concorrer para a leitura de uns textos para um programa literário na Rádio Península, que entrou para a rádio. Entretanto, o programa foi enviado para a Rádio Renascença e com ele Henrique Mendes também.
Tinha 21 anos quando foi convidado a ficar na Renascença. Aí permaneceu durante 4 anos. De entre os seus mestres da altura contavam-se, entre outros, Artur Agostinho e Fernando Curado Ribeiro. Em 1958, é Artur Agostinho quem o leva consigo para a RTP. Apresentava noticiários, concursos e festivais da canção.

Entretanto casou e desta sua primeira união, teve uma filha. Anos mais tarde, Henrique Mendes casou em segundas núpcias com Glória de Matos, uma actriz que obteve êxito na arte de representar mas que deixou tudo para trás por amor.

hqdefault

A sua vida mudou com o 25 de Abril. Soube através de uma notícia que saiu no Semanário Expresso que ia ser afastado dos ecrãs. E assim foi. Ficou um ano ao serviço da televisão pública, sem fazer nada, mas a receber o ordenado que lhe competia. Um ano depois foi despedido sem justa causa.
Na altura, Henrique Mendes e Glória de Matos partiram para o Canadá para tentarem refazer a vida. Ele fez noticiários e apresentou um programa para a comunidade portuguesa em Toronto. Mais tarde juntamente com um amigo fundou uma rádio local “Asas do Atlântico”. Ela foi trabalhar como directora da secção portuguesa das bibliotecas públicas de Toronto.

Em 1979 o casal regressou a Portugal, por incentivo de Raul Solnado. Henrique Mendes foi nomeado director de programas da Renascença. A sua voz ecoou mais 18 anos nos microfones desta rádio. Entretanto, Emídio Rangel convidou-o para integrar o quadro da SIC.
Depois de ter vivido anos de humilhação e desautorização ganhou a auto-estima. Começou por apresentar o programa “Caça ao Tesouro” e logo a seguir “Ponto de Encontro”, que esteve no ar cerca de seis anos. O seu nome passou a andar nas bocas dos portugueses.
O seu trabalho foi finalmente reconhecido.”

henrique_mendes