Nascia a Jornalista Manuela Moura Guedes

23 de Dezembro 1955

Maria Manuela Guedes Outeiro Pereira Moniz, conhecida como Manuela Moura Guedes, nasceu no Cadaval, a 23 de Dezembro de 1955. A sua infância foi inteiramente passada em Torres Vedras, onde estudou no Liceu Nacional. Prosseguiu os seus estudos na capital, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Ali destacou-se, tornando-se monitora da Teoria Geral, da cadeira do Direito Civil.

manuela-moura-guedes_alibi_front1-e1426413641142

Quando estava a poucos meses de terminar o seu curso, tornou-se locutora da RTP. O seu curso acabaria por ficar por completar. Um ano depois de entrar na televisão estatal, consegue apresentar o Festival RTP da Canção, juntamente com Fialho Gouveia, corria o ano de 1979. Nesta altura, não se apresentava como Manuela Moura Guedes, usando outro pseudónimo, Manuela Matos.

800

Em Maio de 1979, participou no piloto do programa Ecrã Mágico e a sua qualidade vocal ficou desde logo patente. No mesmo ano seria lançado o seu primeiro single, intitulado “Conversa Fiada”. Seguiu-se no ano 1980, “Sonho Mau”. Por essa altura, Manuela Moura Guedes já tinha estendido a sua participação ao mundo da rádio. Na Rádio Comercial, começou por apresentar um programa de música, para depois participar no “Jogo de Damas” e por fim no “TNT Todos no Top”.

Já no final de 1981, Manuela Moura Guedes lançaria mais um single”Flor Sonhada/Foram Cardos, Foram Prosas”, o qual obteve um grande sucesso, conseguindo vendas superiores a 35 mil unidades. Em 1982, seria lançado o álbum ”Álibi”, com a participação dos GNR. Apesar do sucesso anterior, as vendas do álbum revelaram-se um fracasso e Manuela Moura Guedes abandonou a sua carreira musical, com receio de prejudicar a sua carreira no jornalismo.

2014-04-15-80guedes04

Não tardou muito, até que Manuela Moura Guedes se tornasse pivot do “Jornal das 9”, transmitido na RTP 2. Tendo em seguida, a oportunidade de transitar para o “Telejornal” da RTP1, que era então o principal programa noticiário de Portugal. Paralelamente, continuava a apresentar outro género de programas como Raios e Coriscos.

Depois de vários problemas na RTP, Manuela Moura Guedes arriscou a saída para o mais recente canal televisivo do panorama português, a TVI. No mesmo ano, tornou-se deputada na Assembleia da República, tendo sido eleita pelo CDP-PP no círculo eleitoral de Lisboa. Manteve-se na vida política durante apenas um ano, tendo nesse espaço de tempo assinado quatro projectos de lei.

Afastou-se depois da vida pública até 2000, ano em que voltou para liderar a redação da TVI e para apresentar o Jornal Nacional, o espaço de noticiário das horas do jantar daquele canal. A sua postura, muitas vezes demasiado sensacionalista, fez com que fosse fortemente criticada por vários sectores da sociedade. Contudo, o seu marido José Eduardo Moniz era na altura o Director de Informação do canal e manteve-a em funções.

2016-07-20-pjf-mmguedes-1

Manuela Moura Guedes é casada com José Eduardo Moniz com quem tem dois filhos adolescentes. Tem ainda um filho, de uma relação anterior.