“O Bem Amado “ – Telenovela Brasileira

27 de Outubro 1984

O Bem Amado é uma das melhores novelas de sempre, foi a primeira Telenovela a cores da Rede Globo e chegou a ter uma “sequela”, numa série que manteve o mesmo nível de qualidade.

o_bem_amado_9_o_bem_amado
O Bem Amado foi escrito por Dias Gomes, emitida pela Rede Globo entre Janeiro e Outubro de 1973, e que a RTP 1 transmitiu em horário nobre a partir de 1984. No Brasil foi a primeira novela a cores e a primeira a ser emitida no horário das 22 horas, já por Portugal (como ainda eram raros os televisores a cores), muita gente viu a mesma a preto e branco.
A novela era baseada numa peça de teatro do mesmo autor, e teve uma interpretação magistral de Paulo Gracindo que fez na perfeição o papel de Odorico Paraguaçu, um político corrupto e cheio de artimanhas que é também dono de Fazendas e candidato a perfeito de Sucupira. Odorico era demagogo e prometia tudo e mais alguma coisa para garantir a sua eleição, o que fazia com que a maioria dos eleitores o adorasse e em especial as mulheres da vila.
Paulo Gracindo conquistou tudo e todos , com um carisma acima da média sendo um verdadeiro político, num discurso cheio de palavras pomposas e uma retórica vazia onde o actor inventava muito do texto que era proferido pelo político. O jeito como Odorico abreviava conversas e raciocínios – “Botando de lado os entretantos e partindo pros finalmentes” –, os eufemismos que usava – “os cachacistas juramentados”, “a imprensa escrita, falada e televisada”, “as donzelas praticantes” –, e os peculiares advérbios que despejava em cada frase – “Deverasmente”, “Pra frentemente!”, “Pra trasmente!” – caíram no gosto popular e entraram para o folclore nacional.

Uma das personagens mais caricatas era Zeca Diabo, interpretado por Lima Duarte, um pistoleiro redimido que volta à sua terra Natal aliciado por Odorico de modo a matar alguém para inaugurar o cemitério. A comédia maior da novela é que todas as tentativas para que alguém morresse saíam sempre frustradas, quer antes da vinda de Zeca Diabo, quer mesmo depois da presença dele na vila.

globo__o-bem-amado-ida-gomes_-dorinha-duval_-emiliano-queiroz-e-dirce-migliaccio-cedoc__gallefull
Começam então a acontecer escândalos que enfraquecem o poder do Odorico sobre a população, como aquele em que ele coloca microfones no confessionário da Igreja para descobrir os segredos dos seus inimigos, mas que acaba com Dirceu Borboleta a descobrir que afinal o filho da irmã Cajazeira com que ia casar era do seu patrão odorico. Dirceu enlouquece e estrangula a mulher, o que leva ao perfeito a perder o apoio das restantes irmãs que levam inclusive o corpo da irmã para ser enterrada noutro local, impedindo assim a inauguração do cemitério.

noticia_236069_img1_o-bem-amado