A Jornalista Júlia Pinheiro está de Parabéns !

6 de Outubro 1962

Júlia Pinheiro  nasceu em Lisboa, a 6 de Outubro de 1962. Fez a sua formação em Línguas e Literaturas Modernas, tendo frequentado a Universidade Nova de Lisboa. Mais tarde realizou uma pós-graduação em Comunicação Social, desta feita na Universidade Católica.

Em 1981, então com 19 anos de idade estreou-se na televisão, assumindo a apresentação do programa “Estamos Nessa”, na Rádio e Televisão de Portugal (RTP). Tratava-se de um programa focado no público juvenil, que passava telediscos e centrava as suas atenções no mundo da música pop.

digitalizar0004
Findo este período na RTP, Júlia resolveu experimentar a rádio. Assim, entrou em 1984 para a Rádio Renascença. Durante oito anos, apresentou programas de entretenimento na rádio, a maior parte dos quais eram da sua autoria. Foi também na rádio, que Júlia Pinheiro conheceu o seu futuro marido.

Quando entrou para a Renascença, Júlia chamou de imediato a atenção de Rui Pêgo, um locutor de rádio já conceituado. Apesar das cautelas iniciais de Júlia Pinheiro, principalmente motivadas pelo facto de Rui ser casado e ter uma filha com cinco anos, acabaria por nascer ali uma longa relação.

Já depois de Rui Pêgo se ter divorciado, ambos assumiram a relação e pouco tempo depois casaram. A cerimónia decorreu numa pequena igreja do Minho, com poucos convidados.

naom_56125cabbe70f

Oriunda de uma família tradicional, Júlia Pinheiro fez questão de levar o vestido de noiva da mãe. A seguir ao casamento, o casal iniciou uma longa lua de mel de 45 dias no Rio de Janeiro.

Com o surgimento da SIC (Sociedade Independente de Comunicação), Júlia Pinheiro recebeu um convite para regressar à televisão. Em Outubro de 2002, começou a apresentar “Praça Pública”, um programa da autoria do próprio director do canal, Emídio Rangel.

Seguiu-se depois um período de intensa actividade profissional, com a apresentação de vários programas, em diferentes formatos: “Filhos da Nação” (1997), “SOS SIC” (entre 1997 e 1998), “Mr World” (1998), “Cantigas do Maldizer” (1999), “SIC 11 Horas” título posteriormente alterado para “SIC 10 Horas” (entre 1999 e 2001), “Noites Marcianas” e “Às Duas Por Três (2002)”.

ap-poderosas-2-8167
Em 2002, Emídio Rangel mudou-se para a RTP e pouco tempo depois de ter entrado para a estação estatal, convidou Júlia Pinheiro a acompanhá-lo numa nova aventura.
No mesmo ano trocou a RTP pela TVI, iniciando a apresentação de um vasto conjunto de programas: “Rosa Choque” (2003), “Quinta das Celebridades” (entre 2004 e 2005), “Primeira Companhia” (2005), “Circo das Celebridades” (2006), “Canta Por Mim” (2006),, “As Tardes da Júlia” (entre 2007 e 2010),, “Depois da Vida” (2010), “Secret Story – Casa dos Segredos” (2010).

Apesar do imenso sucesso alcançado ao serviço da TVI, Júlia Pinheiro voltou a mudar-se, voltando para a SIC, em 2011. Desta forma, voltou a tomar conta das manhãs do canal, apresentando o programa “Querida Júlia”.

527502

Para além da apresentação destes programas, Júlia Pinheiro assumiu o cargo de Diretora de Formatação de Conteúdos do canal.

Júlia deu aulas, no curso de pós-graduação em Televisão, na Universidade Autónoma de Lisboa. Em Abril de 2009, Júlia Pinheiro lançou o seu primeiro livro, um romance intitulado Não sei nada sobre o amor.

Júlia e Rui Pêgo têm três filhos: Rui Maria Pêgo e as gémeas Matilde e carolina. A apresentadora tem ainda uma enteada, Sofia, que considera sua filha.

790