Em 1958 nascia o Tenor , Andrea Bocelli

22 de Setembro 1958

Nascido no dia 22 de Setembro de 1958, Andrea foi criado com a sua família, em Lajatico, situado no meio de áreas de plantio de oliveiras, na Toscana rural (Itália). A propriedade incluía um vinhedo do qual Sandro, seu pai, fabrica até hoje uma pequena quantidade do seu precioso e sempre procurado Chianti Bocelli.

bocelli-large

Demonstrando raras qualidades vocais desde pequeno, o garoto era incentivado a cantar e os seus pais encorajavam-no com lições de piano, desde os 6 anos de idade, e depois flauta e saxofone. Superando os bloqueios causados pela cegueira, depois dos estudos iniciais, Andrea foi para a Universidade de Pisa, onde estudou Direito, tendo passado um ano todo trabalhando junto ao coro local. Aproximou-se do famoso tenor Franco Corelli que o aceitou como aluno. Devido ás suas dificuldades financeiras, para pagar as aulas tocava piano à noite em bares e clubes. Numa dessas ocasiões encontrou Enrica, sua futura esposa. Casaram-se e o casal tem hoje dois filhos. A sua vida tomou um rumo inacreditável quando o famoso Zucchero começou a fazer audições para tenores, a fim de preparar uma gravação de demonstração de um dueto da sua autoria, intitulado Miserere, numa tentativa de convencer Pavarotti a gravar a canção. Zucchero lembra: “Andrea foi inacreditável! Ele tinha algo que nenhum outro tenor possuía. Ele tinha alma”.

andrea-bocelli-cover

Pouco depois Pavarotti tornou se amigo de Andrea Bocelli. A fama e a popularidade de Andrea aumentou muito com as suas participações anuais nos famosos concertos “Pavarotti e seus Amigos”. Logo começou a cantar ao lado de nomes muito famosos, como Bryan Adams, Al Jarreau e outros. Foi o vencedor do Festival de San Remo em 1994, quando cantou a universalmente conhecida “Con te partiró”, que chegou a atingir dois discos de platina, só na Itália.

Todavia, o disco “Romanza”, lançado em 1997, teve um sucesso bem maior. E o seu lançamento “Sogno” vendeu mais de 4 milhões de cópias e é um testemunho do poder de sua voz singular e de seu calor irresistível, na eliminação das barreiras reais não apenas relacionadas a deficiências, como a cegueira, por exemplo, mas também àquelas de língua e de cultura.

2ca86b7700000578-3245729-image-a-112_1442976459632