1494 – Inventado o Whiskey

18 de Julho 1494

Assim como quase todas as bebidas não fermentadas, o whisky só existe graças à invenção da destilação. O processo é creditado por muitos historiadores ao cientista árabe Jabir ibn Hayyan, que o teria criado no século 8. Inicialmente inventada para a criação de perfumes e aromas, a destilação acabou sendo adoptada pelos monges europeus, que a usavam para a preparação de variadas poções medicinais alcoólicas.

makersmark_011

Acredita-se que os monges levaram o processo de destilação para Irlanda e Escócia entre os séculos 11 e 13. Porém, há documentos mostrando que os celtas já praticavam a destilação ao produzir a “uisge beatha” (água da vida, em celta).

O mais antigo registo da palavra whisky aparece em 1494. Segundo o documento do frade e físico escocês John Cor, da abadia do condado de Fife, ele havia recebido 48 galões de malte com o objectivo de produzir “uisge beatha” para o Rei James IV.

A popularidade do whisky continuou a crescer até 1541, quando o rei Henrique VIII da Inglaterra fechou os mosteiros escoceses. Como resultado, centenas de monges desempregados passaram a se dedicar à produção de whisky, espalhando o know-how por toda a Escócia.

8ddee8589cb676dca4e49b83e43cb1c3

No começo do século 18 a produção e consumo do whisky já estava disseminada pelo país. Quando a Inglaterra iniciou uma pesada carga de impostos sobre as destilarias, os escoceses mostraram a sua segunda especialidade: desafiar a coroa inglesa. Milhares de destilarias clandestinas surgiram pela Escócia. Quase todas funcionavam à noite para que a fumaça das suas caldeiras não pudesse ser vista. Nessa época, o whisky ganhou o apelido de “moonshine” (luar). O contrabando transformou se num estilo de vida e por cerca de 150 anos os centenários clãs, agora sob o status de contrabandistas, enfrentaram os governos escocês e inglês.

A onda de destilarias clandestinas só teve fim em 1823, quando o governo inglês decretou uma lei regularizando-as. A partir daí, o whisky escocês teve uma notável melhoria, principalmente quando Robert Stein inventou o destilador em coluna, que optimizou a produção.

homemade-cinnamon-whiskey

Na segunda metade do século 19, dois acontecimentos foram responsáveis pela disseminação definitiva do whisky pelo mundo: a criação do blended whisky por Andrew Usher, em 1853, o que aumentou a oferta da bebida, e a destruição dos vinhedos europeus pela praga da filoxera. A partir daí, os entusiastas do vinho e do conhaque voltaram suas atenções para o whisky.

A produção da bebida foi levada para os Estados Unidos e Canadá pelos imigrantes escoceses e irlandeses que, na falta de matéria prima, trocaram o trigo por milho. Com o passar dos anos, foram criadas uma série de regras que estipularam que a versão americana se chamaria whiskey ou Bourbon, dependendo da origem e grãos usados na sua produção.

Quanto ao whisky escocês, a sua popularidade só tem crescido. Em 2009, por exemplo, as destilarias escocesas chegaram ao número recorde de 1,1 bilião de garrafas exportadas para o mundo todo.

o-BOURBON-VS-WHISKEY-facebook