“Operação Barbarossa “ – 2ª Guerra Mundial

22 de Junho 1941

Sob o nome de Operação “Barbarossa”, a Alemanha nazi invadiu a União Soviética em 22 de Junho de 1941, naquela que foi considerada a maior operação militar germânica da Segunda Guerra Mundial.

Operação-Barbarossa

Com 134 divisões como força de combate total e mais 73 divisões a serem destacadas para ficar na parte de trás da frente da guerra, as forças alemãs invadiram a União Soviética em 22 de Junho de 1941, dois anos após haverem assinado o Pacto Germano-Soviético de Não-Agressão. Três grupos do exército, com mais de três milhões de soldados alemães apoiados por 650.000 tropas dos países aliados à Alemanha (Finlândia e Roménia) e, mais tarde, por unidades da Itália, Croácia, Eslováquia e Hungria, atacaram a União Soviética com uma linha de frente ampla, do Mar Báltico, ao norte, ao Mar Negro, ao sul. Durante meses, a liderança soviética havia se recusado a prestar atenção aos avisos das potências ocidentais sobre o movimento de tropas alemãs junto às suas fronteiras ocidentais, e quando a Alemanha e os seus parceiros do Eixo realizaram um ataque táctico, a surpresa foi quase que total. Grande parte da força aérea soviética foi destruída ainda no solo, os exércitos soviéticos foram derrotados logo no início das hostilidades. As unidades alemãs cercaram milhões de soldados soviéticos que, sem suprimentos nem reforços, tinham poucas opções além da rendição.

operation-barbarossa-june-22-1941-germany-attacks-russia-002

Apesar das perdas catastróficas sofridas nas primeiras seis semanas da Guerra, a União Soviética não foi derrotada, deitando por terra a previsão da liderança nazi e dos comandantes militares alemães. Em meados de agosto de 1941, a resistência soviética foi intensificada, fazendo com que a estratégia irreal dos alemães fosse alterada. Ainda assim, no final de Setembro de 1941, as forças alemãs chegaram a Leningrado [atual São Petersburgo], ao norte da Rússia, e também tomaram as cidades de Smolensk, no centro daquele país, e de Dnepropetrovsk (Dnipropetrovsk) na Ucrânia. As unidades alemãs espalharam se pela península da Crimeia, ao sul, e chegaram aos subúrbios de Moscovo no início de Dezembro.

No entanto, após meses de campanha, o exército alemão estava exausto. Devido à sua incapacidade ideológica de ver a realidade geográfica local e acreditando que a população russa morreria à míngua no frio invernal, os estrategas alemães haviam previsto uma derrota rápida dos soviéticos. As tropas alemãs avançaram muito rapidamente, esgotando os seus suprimentos, e também deixaram os seus flancos vulneráveis a um contra-ataque soviético ao longo dos quase 2.000 quilómetros entre Berlim e Moscovo.

1635

Em 6 de Dezembro de 1941, a União Soviética deflagrou um grande contra-ataque contra o centro da linha de frente nazi, fazendo com que os alemães fugissem caoticamente de Moscovo.