Estreia do Musical “Evita “ em Londres

21 de Junho 1978

A superprodução conta a trajectória fascinante da primeira-dama argentina Evita Perón .

De origem humilde, Eva batalhou na carreira de actriz, viveu uma história de amor com Juan Perón, até tornar-se líder política da Argentina, morrendo aos 33 anos o que lhe rendeu o status de mito. Paula Capovilla como principal protagonista, Daniel Boaventura (Juan Perón) e Fred Silveira (como Che Guevara), o musical Evita conta com 45 actores e cantores, orquestra de 20 músicos sob a regência e direcção musical de Vânia Pajares, além de 350 figurinos assinados por Fábio Namatame, inspirados nos trajes que ela comprava na Maison Dior em Paris.

Concebido por Jorge Takla (que também assina os cenários ao lado de Paulo Corrêa), o espectáculo é “uma leitura simplesmente humana”. Ele aponta similaridades entre Evita e o narrador, baseado em outro mito, Che Guevara – “ambos morreram muito jovens levando junto os sonhos e esperanças de populações oprimidas e sofridas”.

mcg3527f

Evita começa em 1973, quando Tim Rice ouve no seu carro trechos de um programa de rádio sobre Eva Perón, e com Andrew Lloyd Webber dá início a um grande projecto, criando músicas e letras para um espectáculo totalmente cantado, uma ópera rock. Mas primeiro sai um álbum duplo com todas as canções, lançado em Novembro de 1976, que logo se transforma em sucesso mundial, e a faixa Don´t Cray For Me Argentina (interpretada por Julie Covington) alcança o primeiro lugar nos Hits em dezenas de países. Só em Junho de 1978 estreia a montagem original de Evita, em Londres, com vendas antecipadas de ingressos e casa lotada.

Evita é uma das obras do teatro musical mais vistas, recebendo diversos prémios. No cinema, dirigido por Alan Parker, traz Madonna no papel principal e Antonio Banderas como Che, e recebeu Óscar de Melhor Canção para You Must Love Me, composta especialmente para o filme.

Evita door Joop van den Ende Theaterproducties

O espectáculo : começa em Buenos Aires, em 26 de Julho de 1952, onde um filme é interrompido com a notícia de que Eva Perón, “chefe espiritual da nação”, está morta, aos 33 anos. Diante da comoção e do tom crítico do narrador, o Che, fica evidente o impacto da perda de Evita na vida do povo argentino. Sua história é contada e comentada por Che, em flashbacks, a partir de sua infância, na pequena Junín, onde nasceu em 1919, de onde sai em busca de uma carreira artística em Buenos Aires. Lá conhece o coronel Juan Perón, braço forte do governo militar, e se torna peça importante em sua ascensão – o povo argentino se identifica com Eva e confia no governo dele. Até que Eva adoece, devido ao câncer, ao mesmo tempo que o governo de Perón entra em crise, mas ainda assim consegue reelegê-lo, e pouco tempo depois morre, nascendo o mito Evita.

Musical-Evita-13