Wendy Fitzwilliam eleita Miss Universo

12 de Maio 1998

Wendy Marcelle Fitzwilliam (Diego Martin, 4 de Outubro de 1972) é uma rainha da beleza de Trinidad & Tobago e Miss Universo 1998, a segunda negra a vencer este concurso internacional. Ela foi eleita em 12 de maio daquele ano em Honolulu, Havaí, derrotando candidatas de outros 80 países.

2i9l6c8

Nasceu e foi criada na cidade de Diego Martin e formou-se como advogada em 1996, na Universidade das Índias Ocidentais, universidade pública que existe em dezoito países e territórios do Caribe, entre eles Trinidad e Tobago. Aos 25 anos disputou e conquistou o título de Miss Universo, surpreendendo a todos e derrotando a grande favorita a Miss Venezuela Veruska Ramírez, que havia ganho a parte de desfile em trajes de banho com a maior pontuação já vista até então neste concurso e tinha ido muito bem na pergunta final.

maxresdefault (1)

No desfile de traje de noite, entretanto, Fitzwilliam fez aquele que seria descrito pela imprensa especializada como “a mais marcante performance da história do concurso” e acabou por vencer. Foi a primeira na história a vencer a Miss Universo usando um biquini no desfile de trajes de banho e conquistou a coroa 21 anos depois de sua compatriota, Janelle Commissiong que foi a primeira negra a conquistar a coroa de Miss Universo 1977.

portrait_of_wendy_fitzwilliam_by_gunzy1-d6lw88w

Durante seu reinado, ela foi homenageada pela ONU com o título de Embaixadora da Boa Vontade, pois foi a primeira Miss Universo a trabalhar na  educação sobre o vírus da AIDS.A sua dedicação a esta causa, que extrapolou as suas funções como Miss Universo, levou a a criar a Fundação Hibiscus (THF), em Trinidad e Tobago, no dia 6 de setembro de 1998. Esta organização foi criada para aumentar a consciencialização sobre a doença no seu país e dar assistência financeira e por outros meios a orfanatos em Trinidad.

Wendy_Fitzwilliam_Miss_Universe_1998

Em tempos recentes, Wendy foi vice-presidente de Promoção e Investimentos da Evolving TecKnologies and Enterprise Development Company Limited (E TecK), uma companhia estatal do país. Em 2013, ela e toda a direcção da empresa foram processados pela procuradoria-geral de Trinidad por sonegação aos investidores públicos da companhia de informações sobre investimentos mal sucedidos feitos pela E Teck numa empresa chinesa.