1921 – Nascia o Politico Baltasar Rebelo de Sousa

16 de Abril  1921

Baltazar Leite Rebelo de Sousa (Lisboa , Santos-o Velho , 1921 – Lisboa, 1 de Dezembro de 2002) foi um médico, professor e político Português.

Baltasar Rebelo de Sousa

Era filho único de António Joaquim Rebelo de Sousa (Cabeceiras de Basto, Pedraça, Paço de Vides, 8 de Abril de 1860 – 7 de Agosto de 1927), proprietário , e de sua segunda mulher Joaquina Leite da Silva (Celorico de Basto, Gandarela, São Clemente, 1896? – 16 de Abril de 1975 .

Print

Médico de formação, era licenciado em Medicina e diplomado nos cursos de Medicina Tropical e Medicina Sanitária. Enquanto estudante foi comandante do Centro Universitário de Lisboa da Mocidade Portuguesa, tendo sido depois chefe dos seus Serviços Culturais e director dos serviços de intercâmbio com o estrangeiro, vindo a ocupar interinamente o cargo de Comissário Nacional enquanto subsecretário de Estado da Educação Nacional, de 1955 a 1961.

Em 1953 foi eleito deputado á Assembleia Nacional pelo circulo eleitoral de Évora e, em 1957, foi eleito pelo círculo de Braga. A 19 de Março de 1959 foi feito Grande-Oficial da Ordem Militar de Cristo e a 3 de Janeiro de 1961 Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

Foi secretário do Ministro das Colónias Marcelo Caetano, dirigente corporativo, secretário-geral dos Escuteiros de Portugal, sub-inspector médico dos Serviços Médico-Sociais e da Federação das Caixas de Previdência. A 16 de Fevereiro de 1967 foi elevado a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique e a 15 de Julho de 1967 foi feito Grande-Oficial da Ordem da Instrução Pública.

Foi Governador-Geral de Moçambique (então província ultramarina de Portugal) de 1968 a 70, sucedendo a José Augusto da Costa Almeida. Foi substituído nesse cargo pelo Engenheiro Eduardo de Arantes e Oliveira. De regresso a Lisboa, desempenhou funções de ministro-delegado do Presidente do Conselho para a Emigração, ocupou as pastas ministeriais da Saúde e Assistência, das Corporações e Previdência Nacional e, em 1973, a do Ultramar até 1974. A 22 de Maio de 1971 foi elevado a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo.

Após o 25 de Abril de 1974 viveu alguns anos no Brasil, onde foi administrador de empresas no estado de São Paulo, leccionou em diversas universidades e pertenceu a várias associações culturais Luso-Brasileiras, tendo sido feito Grã-Cruz da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul.

IMG_6653-1024x683

Casou em Lisboa em 1942 ou cerca de 1942, numa simples cerimónia apenas com dois dos seus amigos como testemunhas, numa união não aprovada pelos pais de ambos na altura, com Maria das Neves Fernandes Duarte (Covilhã, 30 de Julho de 1920 – Lisboa, 8 de Março de 2003), assistente social, filha de Joaquim das Neves  e de sua mulher Maria Rosa Fernandes Duarte de quem teve três filhos:

Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa (Lisboa 12 de Dezembro de 1948) ,António Jorge Duarte Rebelo de Sousa (Lisboa, 31 de Maio de 1952)

Pedro Miguel Duarte Rebelo de Sousa (Lisboa, 29 de Abril de 1955).

recepcao da comissao pro escolcar no palacio da ponta vermelha com o governador baltazar rebelo de sousa 1967 1968 2