Em 1977 estreia o filme “ Táxi Driver “

15 de Abril  1977

Táxi Driver é um clássico com cenas tão célebres, que se tornaram parte da cultura popular ocidental. A sinopse deste filme é curta. Um ex fuzileiro (interpretado por Robert De Niro) que busca um sentido para a sua vida, retratado aqui por obsessões. São como tentativas falhadas de criar laços. Primeiro por uma rapariga que leva a ver um filme pornográfico, depois um candidato politico que acaba por assustar, uma miúda prostituta – que é símbolo da degradação que rodeia o protagonista… Tudo dá errado nas relações interpessoais desta personagem.

taxidriver-1976-film-poster

Paul Schrader escreveu este argumento, capaz de nos fazer acreditar que temos a figura heróica do vigilante das ruas de Nova Iorque e ao mesmo tempo, desmantelar esta personagem enquanto a acompanhamos crescer. Brilhante! Diz que escreveu o argumento em dez dias! Depois de sair de um casamento, em que teve oportunidade de observar várias frustrações pessoais, e enquanto vagueava pela cidade Nova-Iorquina.

O trio a funcionar na perfeição – Schrader com a sua experiência de vida, Scorsese como enorme realizador e De Niro numa performance avassaladora.

De Niro dá-nos uma personagem que não conhecemos nunca por completo, dando espaço para que esta se transforme. Deixa-nos no impasse entre o humano e o perverso. Uma ambiguidade difícil de transbordar. O actor dias antes da rodagem, experienciou a vida de taxista na companhia do realizador.

Robert-Deniro

Muitas das cenas são célebres pelo seu significado, coisas simples que dão um toque cinematográfico especial, para entrarmos no mundo do personagem. A improvisação é também um método que o realizador estabelece com os seus respeitados actores. Para além de muitos dos diálogos, principalmente no táxi, serem improvisados – coisa impensável para um clássico realizador de Hollywood – a mais famosa cena do “Are You Talkin’ to me?”, foi obra do acaso. A câmara estava ligada, numa interrupção devido ao barulho exterior, enquanto De Niro ensaiava e “inventou” este discurso. O realizador aproveitou esta cena, não só pelo brilhantismo do actor, mas para reforçar a solidão do seu personagem, já que quando pergunta “Are you talkin’ to me?” está em frente ao espelho. É por isso que Táxi Driver é um trabalho de equipa!

TaxiDriver_-jodie-foster

Tendo em conta a altura em que foi produzido, Táxi Driver foi inovador por romper a estética clássica de Hollywood. Não só por isto, o contexto social era de contestação, conflitos e assassinatos políticos. A guerra do Vietname tinha acabado de terminar.

A mesma sociedade que rejeita Travis, é a mesma que no final o absolve como herói. É este retrato da sociedade como um todo, que torna o filme mais do que cenas soltas interessantes. É intemporal esta visão da sociedade ocidental! Não só pelas marcas que deixou a posteriores realizadores, é indubitavelmente  um filme de nível superior.

taxi-driver-1976-de-martin-scorsese

taxi-driver-suicidio