1943 – Nasceu António Livramento – Hoquei em Patins

28 de Fevereiro 1943

De seu nome ,António José Parreira Livramento ,natural de: São Manços – Évora – Portugal ,nascido a 28 de Fevereiro de 1943 e  falecido a 07 de Junho de 1999 em Lisboa

António Livramento começou por jogar futebol, a sua paixão de adolescente, no Venda Nova, perto de Benfica.
O pai de Livramento, trabalhava no Clube Futebol Benfica (Fófó), foi através do seu pai que o Torcato Ferreira, Técnico do Benfica, conheceu António Livramento.
A certa altura, Torcato Ferreira, achou que o “miúdo” teria muito jeito para jogar hóquei em patins, e convidou-o a aparecer no rinque. Livramento recusa, mas perante a insistência de Torcato decide experimentar o hóquei, e a partir daí o futebol passa para segundo plano. 
O Clube Futebol Benfica  foi só um teste, e logo o Torcato Ferreira levou Livramento para o SLB, a carreira de Hoquista de António Livramento iniciou-se no Sport Lisboa e Benfica.
Em 1959, o Benfica contrata-o, numa operação algo complicada, e aos 16 anos é chamado à selecção de juniores por António Raio. Tem a sua estreia auspiciosa contra a Bélgica, no Campeonato da Europa, marcando três golos na vitória por 5-1.
É eleito melhor jogador do torneio, aliado ao troféu de melhor marcador.

02- Livramento

Passa para a equipa principal, e em 1961 sagra-se Campeão Europeu, marcando 17 golos, tal como Adrião. A dupla Livramento/Adrião torna-se imparável.
Santiago do Chile – Campeonato do Mundo em 1962 , PORTUGAL É CAMPEÃO DO MUNDO !
No Jogo de Portugal e Argentina, Livramento sai com a bola atrás da sua baliza, finta toda a equipa adversária, e marca GOLO!!!… Eis uma jogada típica de António Livramento, atleta que resolvia os jogos com UM TOQUE de GÉNIO!… Leva o público ao delírio, momento histórico na carreira de Livramento!
A sua passagem pela Selecção Nacional é extraordinária: sete campeonatos europeus e três mundiais. António Livramento era a grande estrela do hóquei em patins. A nível de clubes, as coisas corriam-lhe igualmente de feição. Enquanto esteve no Benfica, ganhou por sete vezes o campeonato nacional. No estrangeiro, as suas exibições não passaram despercebidas. Foi contratado pelo Clube Italiano de Monza, Hockey Candy di Monza, jogou neste clube cerca de dois anos. Acabou por regressar ao Benfica.

15 - LIVRAMENTO         Treinador- Seleccionador

António Livramento não era jogador a tempo inteiro. Para ganhar a vida, trabalhava no Banco Pinto & Sotto Mayor, e representou como jogador a equipa do Banco Pinto & Sotto Mayor, numa época em que o desporto amador era mesmo amador. Em 1977, assinou contrato com o Sporting. Para além do campeonato nacional, venceu a Taça dos Campeões Europeus. Esta era uma equipa fabulosa. Para além de Livramento, contava com jogadores como Ramalhete, Rendeiro, Sobrinho e Xana. Estes eram as cinco pedras basilares da selecção nacional.
Na década de 80 deu-se início a uma nova etapa na vida de Livramento: a de treinador. Começou no Sporting, onde conquistou a Taça das Taças. Para além do Sporting Clube de Portugal, dirigiu também o Hóquei Clube de Turquel e o Hóquei do Futebol Clube do Porto, e a equipa italiana- A.S. Bassano Hockey – Itália.
Era um treinador rigoroso e disciplinado. A sua estratégia, aliada à técnica dos jogadores portugueses, tornava as suas equipas imbatíveis. Conquistou dois mundiais e três campeonatos da Europa. Mas a sua senda vitoriosa foi interrompida por uma trombose fatal. A morte prematura, em 07 de Junho de 1999, não impediu que ficasse na história como o campeão que dominou durante anos os ringues mundiais. Cristiano Pereira, ex-treinador do Futebol Clube Porto, define-o na perfeição: “Era um artista.“
António Livramento, é uma das Maiores Figuras de sempre do Hóquei Mundial !

alivramento

antonio_livramento-pag12_copia_jpg_869080375

mqdefault