1955 – Morre o Pintor Yves Tanguy

15 de Janeiro 1955

(París, 1900 – Woodbury, 1955) Pintor surrealista francês. Em 1923, após ter estado na Marinha Mercante descobriu a sua vocação ao ver as obras de Giorgio de Chirico e começou a pintar. Integrou se na corrente surrealista em 1925 e participou em todas as exposições mais importantes. Desenvolveu um estilo original, que que faz lembrar o de Salvador Dalí, que representava estranhas figuras amorfas e objetos não identificáveis em paisagens áridas, com luz brilhante e horizontes infinitos. Emigrou para os Estados Unidos em 1939.

094L15002_7XY7R

Conheceu Pierre Matisse, e construíram uma estreita  amizade e viria a ser seu  futuro marchand, já que o jovem Yves Tanguy não parecia sentir inclinação pela arte. Em 1925 André Breton acolheu o como membro do grupo surrealista.

A sua primeira exposição individual teve lugar em 1927 na Galería Surrealista de París. Desse ano é a tela ”Mamá, Papá está herido”, em que  mostra já um estilo próprio.

Em 1939 conheceu a pintora Kay Sage, com a qual  viajou pelo sul dos Estados Unidos. Um ano depois estabeleceu se em Connecticut e participou na exposição “Artistas en el exilio” na galeria Pierre Matisse de Nova York.

AS11014_0

divisibilidad-indefined-yves-tanguy-buena-calidad

sensitive

Azure Day 1937 by Yves Tanguy 1900-1955

tanguy

through-birds-through-fire-but-not-through-glass-1943

tumblr_np7e3izNH61uqgf0jo7_1280