Em 1963 Leda Maria Vargas era eleita “Miss Universo “

17 de Dezembro 1963

Ieda Maria Vargas Athanásio (Porto Alegre 31 de Dezembro de 1944) é uma rainha da beleza brasileira, Miss Brasil e Miss Universo 1963. Foi a primeira brasileira a conquistar o título, aos 18 anos, em Miami Beach , Estados Unidos.

Adolescente que adorava jogar futebol com os três irmãos, Ieda conquistou o seu primeiro titulo de beleza em 1962, aos 17 anos, como Rainha das Piscinas do Rio Grande do Sul. Depois de se tornar Miss Porto Alegre e Miss Rio Grande do Sul,  ela elegeu-se Miss Brasil, em concurso realizado no Maracanazinho, na cidade do Rio de Janeiro, derrotando outras 24 candidatas, numa época em que os concursos de beleza tinham, para os brasileiros, tanta popularidade e importância quanto o futebol e o Miss Brasil era considerado o mais bem organizado e divulgado concurso nacional de beleza do mundo pela Miss Universe Inc., a então organizadora do Miss Universo.

tumblr_mj9olbRwMH1qcrx8xo2_500

Menos de um mês depois, em 20 de julho, em Miami Beach, num evento assistido por milhões pela televisão em todo mundo e onde era considerada pela imprensa e analistas a favorita sul-americana à coroa, foi eleita Miss Universo derrotando 49 candidatas de outros países. O ator britânico Peter Sellers, um dos jurados, foi um factor decisivo para a vitória, ao lhe dar as notas máximas nas suas três apresentações na passarela sobre a outra favorita, dos jurados europeus e americanos, a Miss Dinamarca Aino Korva. Depois do concurso, Sellers convidaria Ieda a fazer carreira no cinema e interpretar o seu próximo filme, A Pantera cor de rosa, que ela recusou dizendo querer apenas voltar para Porto Alegre após o seu mandato, casar e ter filhos.

miss1963

Em 1 de Agosto de 1964 Ieda encerrou o seu reinado, coroando sua sucessora durante o Miss Universo daquele ano, a grega Corinna Tsopei. Viveu por alguns anos em Miami e casou-se em 1968,  com José Carlos Athanázio, já falecido, com quem teve dois filhos.

Depois disso voltou para Porto Alegre e sem a pretensão de seguir alguma carreira artística, desde então recolheu-se a uma vida privada em família, com pequenas participações em eventos nacionais e internacionais, para o qual, geralmente, é convidada de honra. Numa votação popular organizada pela rede de televisão RBS, com direito a um especial sobre as suas vidas, Ieda foi incluída entre os “20 Gaúchos que Marcaram o Século XX”, ao lado de nomes como Mário Quintana, Elis Regina, Getúlio Vargas e Érico Verissimo.

iedamariavargas7fy6

007