“Loucos de Lisboa “ – Ala dos Namorados

10 de Novembro 1994

A Ala nasce em fins de 1993, a partir de canções de João Gil, João Monge e Manuel Paulo. Não havia ainda propriamente um grupo, e a ideia inicial de João Gil era ter várias vozes para as diferentes canções que iam fazendo. Tudo mudou quando conheceram Nuno Guerreiro que se tornou a voz eleita das canções que tinham composto.
Junta-se depois o guitarrista Moz Carrapa, e têm a primeira formação da Ala dos Namorados, que grava o primeiro disco Ala Dos Namorados em 1994.

A Ala impôs-se naturalmente como um projecto musical peculiar na música portuguesa, primeiro pela voz de Nuno Guerreiro, com um registo de contratenor absolutamente original, e também pela sonoridade bastante ligada ao fado, mas sem qualquer preconceito em assumir as diferentes influências que todos têm. Assim, podem notar-se na Ala dos Namorados sonoridades que têm a ver com o jazz, a música clássica, o flamenco ou o vaudeville, mas mantendo um fio condutor sempre identificável com o grupo. Tudo isto com as letras de João Monge, que se mantém com a Ala até ao fim.
Esta particularidade que a Ala tem de se ir apropriando de várias linguagens para a sua sonoridade, sem perder o seu fio condutor, foi sempre amadurecendo.

Os primeiros anos do grupo foram particularmente prolíficos, pois em 1995 estavam a editar o segundo disco, Por Minha Dama, e em 1996 o terceiro Alma.
Entretanto a Ala ia tocando frequentemente no estrangeiro, tendo feito regularmente concertos na Bélgica, Holanda, Espanha, França, Itália, Brasil, Japão, Canadá, Macau e Grécia, a par com o circuito de concertos em Portugal.

Depois da edição de Alma, sai o guitarrista Moz Carrapa, ficando o núcleo com João Gil, Manuel Paulo e Nuno Guerreiro. Em 1998 sai o disco ao vivo Solta-se o Beijo, que foi o primeiro disco de platina dos Ala dos Namorados .
141611

ala_dos_namorados