Nasce a actriz/modelo – Anita Ekberg

29 de Setembro 1931

Kerstin “Anita” Marianne Ekberg (Malmoe, 29 de Setembro de 1931  — 11 de Janeiro de 2015) foi uma actriz, Miss, modelo e sex symbol Sueca da década de 60, assim reconhecida após a sua aparição no filme La Dolce Vita, obra prima do cineasta Italiano Federico Fellini.

Ekberg começou a trabalhar como modelo para revistas de moda na adolescência e em 1950, com o incentivo da mãe, participou e venceu o concurso de  Miss Suécia de 1951. Foi então para os Estados Unidos representar o país na Miss Universo.

Apesar de não vencer o concurso, ficou entre as seis finalistas, o que lhe garantia um contrato como starlet da Universal Studios, como parte do prêmio do concurso na época. Nos Estados Unidos, Ekberg conheceu Howard Hughes, milionário e produtor de filmes, que a convidou a trabalhar para ele.

A combinação da beleza física e a agitada vida particular e social de Ekberg logo a transformaram numa pin-up e em presença constante nas páginas de revistas mundanas e masculinas dos media norte-americanos, o que a tornou famosa durante as décadas de 50 e 60.

Depois de alguns filmes menores até o fim da década, finalmente teve a chance de fazer o filme que a tornaria um ícone, quando foi convidada por Federico Fellini para viver Sylvia, famosa actriz sueco-americana em ”La Dolce Vita. O filme foi um grande sucesso de público e célebre a cena nocturna na Fontana di Trevi, banhando-se num vestido de noite negro, tornou-se um dos mais icónicos momentos da história do cinema.

O sucesso de La dolce vita levou-a a estrelar Boccaccio 70 com Sophia Loren e Romy Schneider e mais dois filmes testemunhais com Fellini em anos seguintes, Palhaço (1970) e Entrevista (1987), novamente com Mastroianni. Nos últimos anos, suas aparições no cinema, esporádicas, têm sido apenas em pequenos filmes europeus e na televisão italiana.

Ekberg teve uma vida amorosa agitada, casando-se duas vezes, a primeira com o actor Inglês Anthony Steel (1956-1959) e depois com Rik Van Nutter(1963-1976). Envolvida romanticamente durante  três anos com o milionário italiano Gianni Agnelli , dono da Fiat e o seu grande amor, com quem sempre desejou ter um filho sem conseguir, ela, afastada do cinema, viveu muito anos numa “villa” ao sul de Roma,. tendo voltado poucas vezes à sua Suécia natal.

ANITA-EKBERG

Anita-Ekberg-Feet-484282

anita-ekberg-portrait_1920x1200

ekberg_ladolcevita_screencomment

L06ObjH

QIh25A8

uBlfAQW