Morte de Marcel Marceau – Mimico

22 de Setembro 2007

Marcel Marceau, o mímico mais famoso do mundo que durante décadas emocionou multidões sem usar uma única palavra, morreu aos 84 anos de idade.

As longas tournées  e apresentações do francês na televisão levaram a sua arte silenciosa ao mundo inteiro. As suas peças cómicas e trágicas tinham apelo universal, e cada público interpretava as performances de maneira diferente.

“A mímica, como a música, não conhece fronteiras nem nacionalidades”, disse ele uma vez. “Se riso e lágrimas são características da humanidade, todas as culturas estão envoltas na nossa disciplina.”

No palco, ele encantava com seus movimentos silenciosos, com a face branca, o macacão e o chapéu.

Fora do palco, sem o figurino e sem maquilhagem, Marceau era um homem magro e ágil, cuja eloquência complementava a mímica.

Na arte da mímica, dizia Marceau, gestos expressam a essência das aspirações mais secretas da alma. “Para imitar o vento, é necessário tornar-se uma tormenta. Para fazer um peixe, você atira se ao mar.“

Ele criou a personagem Bip, o palhaço melancólico com uma flor no chapéu, que neste ano completou 60 anos.

“A mímica de Marceau viverá para sempre na figura de Bip”, disse o primeiro-ministro François Fillon em comunicado confirmando a morte do artista.

“Ele tornou-se um dos artistas franceses mais conhecidos do mundo. Os seus alunos e o mundo do show terão saudades.”

A causa exacta da morte não foi divulgada de imediato.

Marceau inspirou-se nos expoentes dos filmes mudos norte-americanos, como Charlie Chaplin e Buster Keaton, e nos palhaços da Commedia dell’Arte, tradição europeia secular, além dos gestos estilizados da ópera chinesa e do teatro japonês Noh.

Marceau nasceu na cidade de Estrasburgo em 22 de março de 1923. Ele cresceu em Lille, onde seu pai era açougueiro. Quando começou a Segunda Guerra Mundial, seu pai foi sequestrado e depois morto pelos invasores nazistas. Em 1944, Marcel participou da Resistência com seu irmão mais velho.

Depois, serviu no Exército da França, com as forças de ocupação na Alemanha no final da guerra.

Ele começou a estudar teatro em 1946 com Charles Dullin e com o grande professor de mímica Etienne Decroux, que também ensinou a arte a Jean-Louis Barrault.

“Sou um progressista, um homem que quer a paz e que luta pela iluminação do mundo. Não sou apenas um artista”, disse Marceau certa vez.

“Quero ser um homem que seja testemunha activa do meu tempo e dizer, sem palavras, meus sentimentos sobre o mundo.”

WESTWOOD, CA -JULY 31: Mime Marcel Marceau performs at the Geffen Playhouse July 31, 2002 in Westwood, California (Photo by Michel Boutefeu/Getty Images)

bip-bw

Marceau1978

Marcel Marceau Rehersals for the HBO Special Michael Jackson One Night Only (9)

Marcel Marceau op Centraal Station voor optreden in Nederland  *29 juni 1962

MarcelMarceau_05