Morreu Pinheiro de Azevedo

10 de Agosto 1983

Nasceu a 5 de Junho de 1917, na cidade de Luanda, Angola, de pais originários de Viseu e de Braga. Era irmão do escritor Eduardo Baptista Pinheiro de Azevedo  e avô materno de Bruno de Carvalho ( actual Presidente do Sporting C. de Portugal ).

Entrou na Escola Naval em 1 de Outubro de 1934 e foi promovido a oficial em 1937. Foi professor de Astronomia e Navegação na Escola Naval e leccionou no Curso de Capitães da Escola Náutica Infante D. Henrique.

Integrou o Movimento de Unidade Democrática  e foi apoiante das candidaturas de Norton de Matos e Humberto Delgado. Serviu na Guerra Colonial, tendo sido encarregado da defesa marítima de Angola.

A partir de 1970, foi promovido a Capitão de Mar e Guerra e, em 1972, tornou-se comandante dos Fuzileiros Navais. Depois da Revolução do 25 de Abril de 1974, foi nomeado para a Junta de Salvação Nacional , tendo sido promovido a chefe do Estado-Maior três dias depois.

Empenhado na democratização do país durante o PREC) assumiu funções como Primeiro Ministro do VI Governo Provisório desde 29 de Agosto de 1975.  Contribui, igualmente, para a derrota do “Gonçalvismo”, e defendeu a normalização da vida nacional.  No final do seu mandato, foi substituído interinamente, entre 23 de junho e 23 de julho de 1976.

Foi, posteriormente, candidato a Presidente da Republica  nas presidenciais de 1976, onde só conseguiu, no entanto, cerca de 14% dos votos.

Um ano depois tornou-se presidente do Partido da Democracia Cristã, fundado por Sanches Osório, cargo em que permaneceu até à sua morte.

Ficou conhecido como o Almirante sem Medo.

maxresdefault