Morre Simone de Beauvoir

14 de Abril 1986

Simone de Beauvoir (1908-1986) foi uma escritora, filosofa existencialista e feminista francesa. Teve relacionamento amoroso duradouro com o filósofo Jean-Paul Sartre. Sua obra mais conhecida é o livro “O Segundo Sexo”. É considerada uma das maiores representantes do pensamento existencialista francês.

Simone de Beauvoir nasceu em Paris, França, no dia 9 de Janeiro de 1908. Filha de um advogado, recebeu uma educação católica e já tinha planos na adolescência de ser uma escritora. Quando jovem, fez exames para o bacharelado em Matemática e Filosofia. Estudou Letras e Filosofia na Universidade de Sorbonne, onde conheceu intelectuais proeminentes como Merleau-Ponty.

Simone de Beauvoir foi uma das escritoras mais influentes do ocidente. Suas ideias tratavam de questões ligadas à independência feminina e o papel da mulher na sociedade. Sua obra reflectia também a luta feminina e as mudanças de papéis estabelecidos, assim como a participação nos movimentos sociais. O livro que melhor condensa suas experiências é “O Segundo Sexo” (1949).

997641_6_6643_simone-de-beauvoir-1908-1986_abfd98b9d77ce38d29bd9331c46daefa

Simone-de-Beauvoir

No romance “Os Mandarins” (1945), Beauvoir escreveu indirectamente a biografia de sua vida com o filósofo Sartre, que conheceu em Sorbonne em 1929, e viveu com a escritora um relacionamento aberto durante boa parte da vida. Outros livros, “Memórias de uma Moça Bem Comportada” (1958) e “A Força da Idade” (1960) são prolongamentos naturais de sua vida com o filósofo-escritor em situações diversas.

Outras obras importantes de Beauvoir: “Todos os Homens São Mortais” (1946) “A Força das Coisas”, (1964) e “A Velhice” (1970).

Simone de Beauvoir morreu de pneumonia, em Paris, França, no dia 14 de abril de 1986.

simone-de-beauvoir-une-femme-actuelle

001_jean-paul-sartre-et-simone-de-beauvoir_theredlist

maxresdefault