A Banda de Rock  “ Mamonas Assassinas” morrem em acidente aéreo  

2 de Março  1996

No dia 2 de março de 1996 chegava ao fim, de maneira trágica, a banda de rock/comédia Mamonas Assassinas. No auge do sucesso, todos os integrantes morreram num acidente aéreo na Serra da Cantareira, em São Paulo, quando o jacto fretado chocou com a montanha a poucos minutos de aterrar no aeroporto de Guarulhos. Além dos músicos – Dinho, os irmãos Samuel e Sérgio, Júlio e Bento – morreram o piloto, o copiloto e dois assistentes dos artistas. O sucesso meteórico dos Mamonas Assassinas durou apenas sete meses, entre julho de 1995 e 2 de março de 1996. A banda misturava punk-rock com forró, sertanejo, heavy metal e pagode. Eles deixaram apenas um álbum de estúdio gravado, que vendeu mais de 3 milhões de cópias no Brasil. Entre os sucessos estavam “Pelados em Santos”, “Robocop Gay”, “Vira-Vira” e “Mundo Animal”.

O Departamento da Aeronáutica Civil explicou que o acidente ocorreu devido a uma manobra mal efectuada pelo piloto .

A 10kms do aeroporto de Guarulhos, o piloto repetia, a pedido da torre de controle, um  procedimento para aterragem. No entanto, em vez de fazer uma curva para a direita, virou o avião para a esquerda, chocando-se com a Serra.

01-53

 

mamonas

 

mamonas-assassinas (1)

 

mamonas-assassinas