“Sandokan – O tigre da Malásia“ é exibido esta noite na RTP

25 Fevereiro de 1976

O intérprete principal, Kabir Bedi,  era de origem indiana e foi convidado pela RAI para o papel do herói.

A série foi rodada nos locais originais descritos pelo Emílio Salgari, ou seja na região da Malásia e Bornéu, na altura dominada pelo Império Británico e pelos interesses comerciais da Companhia das Índias.

Sandokan, o Tigre da Malásia, é de origem real, mas, por vingança de quem lhe assassinou a família, privando-o do seu reino, transforma-se num pirata aventureiro, temido pelos navios ingleses e holandeses.

Sandokan tinha uma amigo inseparável, pelos vistos português, chamado Eanes, também de origem nobre mas um aventureiro nato.

Com o desenrolar da história, Sandokan conhece e apaixona-se por Marianne, a bela orfá, que vive com o seu tio, Lord James Guillonk, em Labouan.

A série é dominada pela intriga, aventura e acção. Sandokan chega a casar com Marianne, mas o final termina em tragédia, pois Marianne morre atingida por uma bala numa das lutas finais do grupo de Sandokan com os soldados.

image_thumb[1]

 

phpThumb