Nelo e Idália – Herman José

4 de Fevereiro de 1998

Com esta sátira, Herman José e Maria Rueff protagonizam uma das mais inteligentes críticas sociais retratando a forma como a homofobia leva homossexuais a verem-se forçados a retraírem-se e levarem uma vida falsa casando com heterossexuais. Assim, Nelo é um homem sensível, pouco inteligente e afeminado que, embora nutra uma grande amizade pela sua companheira não a ama (por ser do sexo feminino, óbvio), conhecido por expressões como “paletes de gajas atrás de mim e vai-me sair este.. leite desnatado”, “óscares, óscares de gajas atrás de mim e logo me vai sair esta menção honrosa do festival de cinema da porcalhota” ou “granadas de gajas ofensivas atrás de mim e vai-me sair este… foguete de feira… sem cana”. Por sua vez, Idália, é uma mulher que, apesar de feia, é muito culta e inteligente, assim como preocupada e apaixonada pelo seu Nelo, que se vê casada com um homossexual que ama.

hqdefault

 

hqdefault (1)

 

10576090_Ho9HS