Marco van Basten Bola de Ouro 1988 !

12 de Janeiro de 1988

Seu pai havia sido jogador e estimulava os filhos a seguirem a mesma carreira. O jovem Van Basten, para se aperfeiçoar, costumava descrever em desenhos as jogadas dos seus principais ídolos,  Johan Cruiiff a Didier Six  Foi no clube de Cruijff, o Ajax, que ele se estreou no futebol, em 1982.

Dono de uma grande noção de posicionamento, postura imponente e elegante, velocidade e espírito coletivo, além de um enorme faro de golo,  Van Basten conquistou logo na sua primeira temporada profissional o campeonato Holandês.

Com o Ajax, foi novamente campeão nacional, e também da Taça da Holanda, na sua segunda temporada, a última de Cruijff como jogador do clube. Um terceiro título na Eredivisie viria em 1985, e o ano seguinte seria marcado por dois triunfos: nova conquista na Taça da Holanda e o retorno de Cruijff, como técnico. Na temporada 1986/87, quatorze anos após o seu último título na Liga dos Campões, o Ajax aproximou-se novamente de um título continental, ao ganhar a final da liga europa, então o segundo torneio interclubes de maior prestígio no continente. Sempre melhor marcador do seu Pais chamou a atenção de grandes clubes tendo assinado um contrato com o Milan de Itália em 1987.

O clube também contrataria um compatriota, Ruud Gullit. Os dois não demorariam a se consagrar nos rossoneri: na primeira temporada de ambos, ganhavam o campeonato Italiano . O final da temporada seria coroado com  o  inédito título da Holanda no campeonato da Europa e com o craque recebendo a sua primeira Bola de Ouro como melhor jogador do continente.

marco-van-basten-milan-ac-ballon-dor

 

Marco van Basten